[Ultrassom] Aplicação do Ultrassom terapêutico no reparo tecidual do Sistema Musculoesquelético.

Ultrassom - Bons Estudos.

APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NO REPARO TECIDUAL DO SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO

.

O processo de reparo tecidual acontece para restabelecer a funcionalidade e a integralidade do tecido lesado. Neste fenômeno ocorre uma cascata de eventos, envolvendo reações bioquímicas e celulares, que é dividido em três etapas que sobrepõem cada uma completando a anterior. São elas: a fase inflamatória, seguida da fase proliferativa e, por fim, a fase de remodelação. A fisioterapia pode influenciar no processo de reparo tecidual, acelerando as diferentes fases e reduzindo o tempo de cicatrização por meio de baixa intensidade (LASER), ondas curtas em modo pulsado, ultravioleta, alta frequência, correntes elétricas e ultrassom terapêutica (UST).

Em especial, o UST é produzido por uma corrente alternada que flui por um cristal piezoelétrico, alojado em um transdutor que gera uma energia sonora. Esta, quando aplicada nos tecidos biológicos, é capaz de produzir alterações celulares por efeitos mecânicos. É um recurso amplamente utilizado na prática clínica, demonstrando resultados positivos no reparo tecidual, entretanto, os seus parâmetros ainda vêm sendo investigados. Os efeitos do UST podem ser divididos entre térmico e não térmicos. Os efeitos térmicos são produzidos por ondas de ultrassom contínuas, que levam uma alteração térmica nos tecidos, resultando numa elevação da temperatura tecidual. Os não térmicos resultam do efeito mecânico da energia do UST, causando alterações como micromassagem e cavitação estável dentro dos tecidos. A frequência do transdutor pode ser de 3 MHz, sendo esta mais superficial, com profundidade de 1 a 2 cm, ou de 1 MHz que atinge tecidos mais profundos de 3 a 5 cm.

O UST pode ser indicado nas fases aguda e crônica do processo inflamatório. Os efeitos são dependentes de muitos fatores, tais como tempo de exposição, intensidade, a estrutura espacial e temporal do campo ultrassônico e o estado fisiológico do local a ser tratado. Estudos demonstram que o UST pode promover angiogênese, regeneração tissular, reparação dos tecidos moles, aumento da circulação sanguínea, liberação de macrófagos, síntese de proteína e ativação do ciclo de cálcio, consequentemente aumentar a mobilidade articular e a extensibilidade em tecidos ricos em colágeno, reduzir os espasmos musculares e alivia a dor.

O UST é utilizado amplamente para auxiliar no reparo dos diversos tecidos do sistema musculoesquelético, como fraturas ósseas, lesões ligamentares, tendinosas, nervosas e musculares. Os diversos parâmetros do UST influenciam diretamente no resultado final do tratamento, dentre eles, o modo de emissão, a frequência do transdutor, a intensidade e o tempo de aplicação. O tempo de aplicação é influenciado pelo tamanho da área a ser tratada e pela área de radiação efetiva (ERA) do transdutor.

Atualmente, tem-se preocupado com a investigação dos parâmetros do UST para diferentes tecidos, com diferentes afecções em diversas fases do processo de reparação. O embasamento cientifico disponível ainda não traz uma definição sobre a dosimetria correta da utilização do UST e, principalmente, a relação entre a dose e a resposta ao tratamento, necessitando de mais pesquisas nessa área para determinar parâmetros mais específicos, pois a maioria dos profissionais justifica a dosimetria utilizada na experiência clínica.

.

Monte sua Biblioteca de Conteúdo 🙂

Para ter esse material em PDF diretamente em seu dispositivo, basta clicar no botão abaixo:

.

Gostou do Artigo? Deixe um Comentário e nos diga o que achou, sua opinião é muito importante para nós.

Contribuímos com seus Conhecimento? Ajude a tornar o Projeto Radiologia na Palma da Mão mais conhecido, escolha uma das Redes Sociais abaixo e Compartilhe esse conteúdo.

Prof. Me Raphael Ruiz

.

Referência:
FARCIC, Thiago Saikali et al. Aplicação do ultrassom terapêutico no reparo tecidual do sistema musculoesquelético. Arquivos Brasileiros de Ciências da Saúde, v. 37 n. 3, 2012.

.

.

.

.

Cadastre-se no Projeto Radiologia na Palma da Mão e receba nossos melhores Conteúdos!

livre de spam!